Palavras (e coisas do tipo): Julho 2012

terça-feira, julho 31

Ao poeta das coisas simples

Das Utopias
Se as coisas são inatingíveis... ora!
Não é motivo para não querê-las!
Que tristes os caminhos, se não fosse
A mágica presença das estrelas!





Por que ontem completaram-se 106 anos do nascimento de Mario Quintana e um poeta como ele faz falta, muita falta!

sábado, julho 28

Realizando Sonhos

Fã que é fã não mede esforços. Talvez isso explique as três horas de espera na fila de autógrafos para conseguir trocar meia dúzia de palavras com Humberto Gessinger, líder dos Engenheiros do Hawaii (in memorian) e duo de Duca Leindecker no Pouca Vogal. Fã que é fã entende o arrepio causado por um Pocket show, numa quarta á noite, sendo aberto por "Ilex Paraguariensis". Daquelas coisas que palavras não são suficientes... E se pensam que eu tenho as mãos vazias e frias, melhor assim.